SEGURANÇA

Comerciante não imaginava que a arma comprada há menos de 1 mês o salvaria

Dois criminosos morreram no local e os outros cinco conseguiram fugir, mas foram presos horas depois.

Por Pablo Mendes

11/01/2019 09h50  Atualizado há 9 horas

Homem sendo entrevistado, mas prefere não mostrar o rosto com medo de represálias.

 

Sete criminosos invadiram uma casa na zona leste de São Paulo. O proprietário do imóvel sacou a arma da qual tem porte e reagiu. Pelo menos três bandidos foram baleados, sendo que dois morreram no local.

 

Nossa equipe procurou o cidadão, que prefere não se identificar, para saber mais detalhes do caso. O fato curioso que descobrimos é que o homem tinha comprado sua arma há menos de um mês com a ajuda de um despachante.

Confira o relato emocionante do pai que defendeu sua família: "Eu sempre me preocupei muito com minha segurança, mas nunca tinha tomado a iniciativa de comprar uma arma. Até o dia que um amigo me incentivou e acabou me convencendo. Confesso que quase desisti quando o despachante me cobrou R$ 1.500,00 para fazer todo o processo. Mesmo assim eu fiz, pois acredito que minha segurança vale bem mais. A autorização demorou cerca de 3 meses e menos de 1 mês depois que recebi a arma, ocorreu isso comigo. Se eu não estivesse armado poderia ter acontecido uma tragédia maior, meu filho tinha acabado de chegar em casa e minha esposa e duas filhas também estavam em casa no momento, gosto nem de imaginar o que elas poderiam ter sofrido".

Assista a reportagem:

A Lei 10.826/2003, mais conhecida como Estatuto do Desarmamento, apesar de ser uma legislação bastante restritiva, não proíbe a compra de armas no Brasil, mas poucas pessoas sabem disso. Porém, mesmo com toda essa dificuldade, vem crescendo o número de brasileiros que resolveram comprar uma arma para defesa pessoal. A cada dia tem aumentado o número de pessoas que procuram a Polícia Federal em busca desse direito.

Esta era uma missão que, até pouco tempo atrás, só os especialistas e despachantes conseguiam encarar. O cidadão que desejava comprar legalmente sua arma de fogo estava quase que obrigado a contratar um profissional especializado, devido à quantidade de entraves burocráticos que a Lei propositadamente colocou. Não é difícil encontrar pessoas que pagaram até R$ 2.000,00 só com o despachante.

Resolvemos investigar um pouco para tentar entender todo o processo legal da compra de uma arma de fogo e descobrimos um Guia Completo que promete ensinar o passo a passo de forma simples e descomplicada.

Nosso produtor entrou em contato com a empresa responsável por este Guia para saber mais detalhes e se tudo que era ensinado estava dentro da lei e acabou ficando surpreso com a qualidade do material ofertado. "A empresa nos deu acesso ilimitado ao Portal do Cidadão Armado por 10 dias para que a gente conhecesse o Guia e tudo que era oferecido, realmente é algo diferenciado, tanto pela qualidade do serviço quanto pela riqueza de informações", afirmou nosso editor Sávio.

Pesquisamos o preço e o tempo médio que é gasto por um cidadão comum que resolve comprar uma arma com um despachante e comparamos o mesmo processo com o auxílio do Guia do Cidadão Armado. Confira o resultado:

O que dizem os especialistas

Bene Barbosa, o maior especialista deste tema no Brasil e autor do Best-seller "Mentiram Para Mim Sobre o Desarmamento", deu também sua opinião sobre este Guia que, apesar de polêmico, é bastante esclarecedor. "...aborda de forma sintética e muito bem esquematizada praticamente tudo que é necessário para adquirir legalmente uma arma, seja para defesa ou para prática esportiva", elogiou Bene Barbosa.

Veja como comprar e portar uma arma, clique aqui

O autor do Guia do Cidadão Armado, que prefere não se identificar, informou que está sendo pressionado por todos os lados para retirar o livro digital da internet. Mas enquanto isso não acontece, você pode conferir o material clicando aqui.

Leia também: Projetos que flexibilizam Estatuto do Desarmamento avançam no Congresso

9 COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

Antônio Resende

HÁ 25 MINUTOS

Vacilou era pra ter mandado todos pro colo do capeta!

Eduardo Saviano

HÁ 2 HORAS

Eu sempre pensei em tirar o porte, mas achava que era proibido no Brasil. Vou procurar saber mais informações sobre este guia.

Guga Teixeira

HÁ 1 DIA

O brasileiro cansou dessa palhaçada e quer já o direito de se defender.

Julio Silva

HÁ 1 DIA

Podia ter morrido mesmo armado.

Othon

HÁ 2 DIAS

Julio, pois eu prefiro morrer defendendo minha família do que ver minha esposa e filhas sendo estupradas. Esse cara está de parabéns, arriscou sua vida para salvar a família. 

Drica Soares

HÁ 3 DIAS

Eu sou mulher e defendo o armamento da população de bem. Inclusive vou comprar uma arma também, pois mulher armada não é estuprada! #NãoSouFeminista

O Mito Chegou

HÁ 3 DIAS

kkkkkkkkkkkkk Gostei de ver, Drica! Esse que é verdadeiro empoderamento das mulheres. Ganhou meu respeito. Eu já tenho minha pistola faz muito tempo.

Roberto B. Gomes

HÁ 3 DIAS

SE BENE BARBOSA ESTÁ INDICANDO É PORQUE O TROÇO É BOM MESMO!

Wilson_1970

HÁ 4 DIAS

Do portão da minha casa para dentro eu sou o Delegado, o Juri, o Promotor, o Juiz e o Coveiro.

CNPJ: 26.835.989/0001-­47 - All Rights Reserved

Termos de Uso  |  Política de Privacidade